MÚSICA É CULTURA!!!

terça-feira, junho 07, 2005

Wordsong ao vivo

Depois do primeiro disco ter sido considerado pela critica como um dos melhores de 2002, os Wordsong preparam uma nova incursão pela poesia portuguesa. Desta vez o escolhido é Fernando Pessoa dado o seu fantástico universo poético. Ainda não há data de edição, mas previsivelmente será em 2006. Neste momento será possível assistir a espectáculos dos Wordsong numa versão que combina Al Berto com Pessoa.

WORDSONG – AL BERTO / PESSOA – UMA COMBINAÇÃO ENTRE MÚSICA E DOIS GRANDES POETAS PORTUGUESES

9 de Junho
Lisboa
Feira do Livro

17 e 18 de Junho
Faro
Capa
Centro de Artes Performativas do Algarve

21 de Julho
Portalegre
Quinta dos Claustros

26 de Agosto
Porto
Noites Ritual Rock




“Al Berto é sem dúvida um nome da poesia e da cultura “made in Portugal” no final do século XX. O projecto WORDSONG (Alexandre Cortez, Nuno Gracio e Pedro d’Orey) pegou de uma forma inusitadamente brilhante, bela e encantadora num punhado de poemas de Al Berto e reinventou-os sob um sol de novas sonoridades melódicas e electrónicas que provam não só a versatilidade e a capacidade que as palavras de Al Berto tem em nos incomodar, comover, divertir, apaixonar, fazer rir e até chorar, como provam também que Pedro d’Orey é sem sombra de duvida o melhor e o mais criativo e original cantor de toda a musica feita em Portugal nas ultimas décadas. A voz de d’Orey encontra na poesia de Al Berto um jazigo de uma imensa riqueza de sons, pensamentos e sentimentos que d’Orey como cantor e intérprete genial que é, consegue melhor que ninguém encarnar, enaltecer e apaixonar, apaixonando-se. Como escrevia Al Berto, e Pedro d’Orey canta no tema “a casa” integra esta fascinante aventura musical e poética: O verdadeiro fugitivo não regressa, não sabe regressar... regressar para quê, quando se pode ficar prisioneiro da beleza, do encanto e da magia deste disco excepcional dos WORDSONG? Regressar já não é possível, agora só nos resta agradecer...”
Joao Peste Guerreiro

No projecto Wordsong, os músicos transformam, manipulam, desconstroem e reconstroem em experiências sonoras de formato melódico-electrónico os poemas de Al Berto. As canções oferecem espaço às palavras para que estas sejam apropriadas, envolvidas e despertadas do papel, onde esperam quem as descubra. Wordsong foi concebido e desenvolvido por:

Pedro D’Orey - membro fundador dos Mler If Dada, onde foi, também, responsável pelo modus operandi abstrato das letras. Conta com múltiplas participações em projectos musicais de cariz experimental, temperando sempre com uma vertente pop que nunca quis abandonar e cujo resultado parece ser a sua marca registada.

Alexandre Cortez– Membro fundador dos Rádio Macau. Ao longo da sua intensa carreira musical, contam-se colaborações com inúmeros músicos portugueses, entre outros Jorge Palma, Sérgio Godinho e João Peste. Como produtor concebeu e produziu espectáculos transversais tais como: “Filhos de Rimbaud” ou “Homenagem a Al Berto”.

Nuno Grácio – Integrou diversos grupos nacionais, entre os quais Bobby Master Groove e Cães de Crómio (juntamente com Alexandre Cortez e Pedro D’Orey). Para além de guitarrista, trabalhou igualmente como produtor musical e engenheiro de som com inúmeras bandas portuguesas. É ainda responsável pelo departamento de áudio de uma das mais prestigiadas salas de espectáculos do país.